Equipamento de Guitarra! Caçando ruídos!

 5 passos para eliminar ruídos em seu equipamento de guitarra.

Chiados... zumbidos, estalos, barulhos estranhos, o pesadelo na vida dos guitarristas 🙁

Mesmo que seu equipamento de guitarra seja o exemplo da simplicidade, guitarra ligada diretamente no canal limpo do amplificador, ainda assim, fantasmas eletrônicos vão assombrar seu som!

Na vida real, a maioria dos guitarristas não utilizam apenas guitarra ligada no canal limpo de um amplificador!

Cada vez mais, são utilizados pedais analógicos e digitais, fontes de diferentes voltagens, racks de efeitos, pré amplificadores, simuladores, amplificadores, as vezes mais de um, guitarras com captadores singles, no mesmo set guitarras com humbuckers, transmissores e receptores sem fio e logicamente, muitos cabos pra ligar tudo isso.

Cada conexão de seu equipamento de guitarra pode ser um ponto para iniciar um problema, e para descobrir exatamente onde está o problema pode ser como caçar peças para montar um quebra-cabeça.

A boa notícia é que, com um pouco de calma, lógica e por processo de eliminação podemos muitas vezes resolver o problema!

Separei aqui os principais pontos geradores de ruídos e fantasmas que podem bagunçar todo o seu equipamento de guitarra!

Captadores.
O timbre de um captador Single Coil é maravilhoso, Telecasters, Stratocasters e outros modelos que soam maravilhosamente com seus captadores single coils, porém esse tipo de captador traz juntamente com o seu timbre um “humming" específico devido a sua construção, ou você se acostuma com isso e acaba não ligando mais ou você parte para usar captadores humbuckers essa é a primeira análise que você pode fazer sobre seu equipamento. E se você não quiser tirar a estética original da guitarra, existem captadores humbucker no formato de single coil, que são os famosos mini humbuckers.

Tão importante e na sequencia da checagem dos captadores, você deve reforçar a blindagem e aterramento da sua guitarra, para isso você vai precisar de um bom Luthier.

Cabos.

Um cabo de má qualidade pode apresentar vários sintomas, estalos, zumbidos, e até provocar silêncio intermitente no sinal da guitarra.
Especificamente no caso de intermitência no sinal, você pode ter certeza que em algum lugar específico dentro do cabo existe algum rompimento do condutor de sinal, por este motivo é sempre importante deixar os cabos livres quando você estiver tocando, preste atenção se eles não estão prensados debaixo de algum case ou qualquer outra coisa pesada passando por cima dele, isso vai aumentar a vida útil dos seus cabos.

Existe uma forma de você testar os seus cabos, através de um multímetro, mas caso você não tenha um, você pode ligar ele no amplificador e fazer vários movimentos com o cabo até perceber em que local ele pode estar danificado, se apresentar barulhos estranhos, o ideal é aposentar o cabo.

Cabos baratos e de baixa qualidade geralmente não tem a blindagem tão robusta e material de primeira linha como deveriam ter, a consequência é que o cabo vira uma antena, e começa a captar ruídos e interferências de fatores externos como iluminação, fontes de alimentação, AC de energia, o ideal é com o tempo substituir cabos de baixa qualidade por cabos mais profissionais.

Outra consideração, quanto maior o cabo, maior a capacidade de captar sinais e ruídos, então se você vai tocar em um local pequeno tente usar cabos de no máximo 3, 4 metros, além disso, você deve evitar de passar ele juntamente com cabos de AC, como extensões de energia elétrica, com esses cuidados tenho certeza que já eliminará os fantasmas e ruídos gerados por cabos de instrumentos.

Válvulas.

O projeto de um amplificador valvulado é antigo, não deve dar problemas, ao contrário do que muitos dizem, os amplificadores valvulados são resistentes como tanques de guerra, logicamente temos que ter cuidado com as válvulas, assim como cuidado com qualquer equipamento eletro eletrônico, quando um amplificador valvulado começa a dar trabalho, quase sempre é problema nas válvulas, a ideia é, primeiramente, você ligar somente a guitarra direto no amplificador com um cabo que você saiba que está bom.

Se você perceber barulhos estranhos, roncos, estalos, muitas vezes o som aumentando e abaixando, em quase 100% uma troca de válvulas vai resolver todo o problema. Procure um técnico de confiança, se você não tem a menor idéia do que seja um circuito com válvulas. Troque as válvulas e seja feliz 😀

Caixas e auto-falantes.

Pense quantos shows você já fez com a sua caixa de 1, 2 ou 4 auto-falantes.
Agora pense em todas as vezes que transportou todo o seu equipamento de guitarra dentro de seu carro, ou dentro de um ônibus, ou dentro de uma van lotada com outros equipamentos, e as estradas brasileiras por onde rodamos as vezes 9, 10 horas ou mais para tocar um show? Totalmente esburacadas, asfalto irregular, pense na trepidação que isso gera em todos os equipamentos dentro de um veículo.

Então você pode ter certeza que os parafusos que prendem os auto-falantes podem se soltar com o tempo, essa é a primeira manutenção a ser feita na caça de ruídos e fantasmas barulhentos no seu setup, outra coisa, tenta de alguma forma sempre examinar o cone do auto-falantes, cone amassado, furado, rasgado com certeza vai te dar um trabalho no som, o ideal é a troca do falante.

Pedais e fontes de alimentação.

Pedais e fontes de alimentação com certeza podem ser uma fonte de ruídos.

Embora a maioria dos pedais modernos de marcas respeitáveis será relativamente imune à interferência externa e ruídos, os pedais vintage devem ser os primeiros a serem examinados.

Mais uma vez devemos ser metódicos ao testar pedais e fontes de alimentação que produzem barulhos e ruídos fantasmas, o ideal é testar cada pedal isoladamente, fora da cadeia de pedais, a idéia é testar o pedal com uma bateria de 9V, isso vai mostrar se o ruído do pedal desaparece ou se o problema está na fonte de alimentação. Você pode e deve fazer isso regularmente com todos os seus pedais, principalmente antes de um show importante.

Caso venha a constatar que o problema é na fonte, troque a fonte por uma boa marca, é caro, geralmente vai custar o preço de um pedal importado novo, porém não vai precisar se preocupar mais com alimentação.

serie-de-videos-setup-de-pedais-para-guitarra-clube-do-musico

É isso aí pessoal, montei este artigo baseado na minha experiência com equipamentos já há 30 anos no mínimo, tudo pode ser resolvido, nunca se desespere se algo não estiver funcionando, pense em todo o caminho que o sinal de sua guitarra percorre e examine cada ponto onde o sinal passa, com certeza você vai encontrar o problema e resolvê-lo.

Por André Curci.
MailMe
andre.curci@gmail.com

CURTA-FACEBOOK

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário