Muito prazer! André Curci.

Olá Amigo,  Tudo bom?

Nesse nosso primeiro artigo quero em primeiro lugar agradecer a você pelo interesse em nosso trabalho e na confiança depositada em nosso conteúdo. Afinal de contas assim como nós, você também é um apaixonado pela música. Seja bem-vindo ao clube do músico.

Escreverei resumidamente minha trajetória para que você possa conhecer um pouco sobre mim, sobre meu trabalho como músico e como cheguei até aqui.

Bom...

Que eu sou o André Curci, guitarrista, acredito que você já saiba.

Mas o que ainda não tinha comentado é que também sou baixista,  produtor e educador musical.

Mas nem sempre foi assim...

Já trabalhei como Analista de Sistemas para me sustentar e quando me perguntei se era realmente feliz com esse trabalho, percebi que só me sentiria totalmente realizado se consegui-se viver da música.

Não adianta reclamar “NÃO DÁ PRA VIVER DE MÚSICA” se não fizermos a nossa parte. Nós precisamos ir em busca do que realmente almejamos. Querer de verdade, é poder de verdade.

E nossa parte se resume a duas coisas.

1) Visualizar aonde você quer chegar, traçar as metas, mas acima de tudo ter atitude. Dar o primeiro passo rumo ao seu objetivo.

2) Dar continuidade ao seu projeto. Se dedicar, buscar conhecimento, se atualizar e continuar dia após dia trilhando seu caminho.

Minha jornada começou aos 10 anos de idade na curiosidade musical e aos 13 já comecei a tocar em bandas com amigos da escola.

Nessa época  não existia internet, Youtube, Facebook, vídeo-aulas...

...a única coisa que tínhamos era a nossa vontade de descobrir um instrumento musical e conseguir reproduzir algumas notas nele.

Ouvíamos os discos de nossos pais e por sorte meu pai tinha bons discos.

Eu ficava ouvindo Beatles, Ray Charles, Bee Gees, Elton John, Neil Diamond, Rolling Stones, Abba, Hendrix e toda aquela história que se passou no final dos anos 70 e início dos 80.

Eu tive que treinar meu ouvido de início e minha única ferramenta disponível era passar horas com o violão tentando reproduzir as melodias dos discos do meu pai.

Algo que me marcou muito foi a minha dualidade musical. Entre tocar na rua e na igreja, pois foi realmente na igreja onde eu tive as primeiras aulas de violão e acabei me aproximando da guitarra.

E na rua eu tinha minhas bandas experimentais onde ia tocando de tudo. Misturando ritmos e sons com meus amigos da escola.

Com um pouco mais de entendimento comecei a realmente estudar música.  Métodos como o Bona e Pozzoli, e métodos de violão e guitarra. Estudei tudo sozinho, pois já tinha o básico e o ouvido apurado.

Outro fato marcante desta época era que o mercado de instrumentos musicais no Brasil era muito precário, existiam poucas marcas, tudo caro e a maioria dos instrumentos com qualidade duvidosa.

Mas era isso ou nada. A não ser que você fosse rico e pudesse viajar para o exterior e trazer equipamentos de lá.

Se comparado ao que temos nos dias de hoje, a coisa tornou-se infinitamente mais fácil. Não só de se adquirir bons instrumentos, o que é importante. Mas muito mais do que isso, adquirir conhecimento de qualidade.

Por essa falta de informação e material na época,  tínhamos que devorar tudo que aparecia em termos musicais e foi daí que nasceu a minha inclinação eclética para todo tipo de musica “boa “. Ouvíamos e tocávamos de tudo, desde pop, rock, até as musicas nacionais que tocavam na rádio.

Não existia esse radicalismo por “um determinado e verdadeiro “estilo que todos defendem hoje.

O que ganhei com isso?

Simplesmente a habilidade de tocar qualquer estilo musical. E essa flexibilidade aumentou minhas possibilidades como músico, o que hoje me dá bastante segurança para seguir ganhando dinheiro fazendo o que amo.

Com o passar de todos estes anos, fui tocando em bandas autorais e acompanhando vários artistas pelo Brasil.

Fiz muitos trabalhos de estúdio gravando para muita gente e para muitos estúdios. Produzi discos de várias bandas e fiz algumas tournês pelo Brasil e Europa (2008, 2010, 2014, 2015).

Mas porque estou contando tudo isso?

Porque eu quero compartilhar essa experiência incrível com você, colocando todo o meu conhecimento a sua disposição!

Com os bons equipamentos e tecnologia de hoje  você nem precisa mais sair de casa para estudar.

As coisas ficaram muito mais fáceis.

Estudar um instrumento é investir em você e na sua carreira como músico.

Então entre de cabeça!

Se quer realmente ser músico, vá com tudo e não desanime.

A Música é  uma arte maravilhosa, através dela eu rodei o Brasil e o mundo tocando.

Trabalhei com gente muito querida e importante em minha carreira como Marcelo Camelo, Mallu Magalhães, Derrick Green (Sepultura ), com minhas bandas de música autoral como Musica Diablo, Statues on Fire e Threat.

Além delas, atualmente venho me apresentando com uma banda muito legal voltada a eventos coorporativos chamada OKZ juntamente com Felipe Okazaki, fenômeno do Youtube com quase 3 milhões de acesso em seus vídeos.

Em instrumento de trabalho, seja ele guitarra , baixo, violão, etc...

...uma coisa é certa. Temos em comum a “fala“ do instrumento chamado de timbre.

Hoje um bom timbre é como se fosse sua assinatura, você ouve Clapton, Slash, Hendrix, Eddie Van Halen, Tom Morello, Angus Young, Jeff Beck e muitos outros e sabe que são eles que você está ouvindo pelo timbre característico.

Equipamento é importante, embora não signifique que você seja um bom musico apenas por ter bom equipamento. Porém mais importante do que ter equipamento é saber usá-lo de maneira correta e ao seu favor.

Eu como já disse, vou compartilhar com você todo o meu conhecimento e experiência.

E iniciaremos como o nosso primeiro projeto do clube.: O curso de Setup de Pedais para guitarra, onde eu vou te ajudar agregar valor ao seu timbre.

Como?

Ensinando a você regular praticamente todos os efeitos existentes no mercado. Cada regulagem é explicada e depois testada na prática.

Será que você já deixou de entrar em alguma banda por não ter o timbre que a banda esperava ouvir da sua guitarra?

Você está 100% feliz com o seu timbre?

Será que você já foi chamado para um trabalho e depois nunca mais voltou a ser chamado por conta do seu timbre?

Você realmente entende como melhorar o seu som de guitarra?

Você realmente domina seus pedais?

Sabe montar corretamente sua pedaleira?

Hoje temos a tecnologia a nosso favor e temos que aproveitar ao máximo.

Como eu mencionei anteriormente, como músicos não podemos ficar reféns apenas ao fato de saber tocar. Temos que conhecer e extrair o melhor de nosso equipamento.

Você vai encontrar o conhecimento e a resposta para várias de suas dúvidas em relação aos equipamentos de efeitos para guitarra no nosso curso de Setup.

Mais do que isso, você vai ganhar alguns bônus exclusivos que valerão cada centavo investido neste curso.

Então é o seguinte...

O lançamento ao vivo deste curso acontecerá no próximo domingo, dia 19, às 19h.

Você já pode ir reservando sua vaga clicando aqui.

Se souber de algum amigo que se interesse pelo assunto também, peço a gentileza de compartilhar o link com ele.

Aguardo você em nosso lançamento.

Então fique ligado!!

Obs.: Não deixe de reservar sua vaga, clique no link abaixo!!

http://app.webinarjam.net/register/18137/c64d609eea

Um abraço,
André Curci

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário