7 dicas de como tocar na Igreja.

-

Muitos músicos esperam tocar em cultos ou missas assim que se tornarem parte de um grupo. Saber tocar na igreja é fundamental para alcançarem esse objetivo.

É muito importante usar certas técnicas na música gospel, independente do instrumento que está sendo tocado.

———— Espaço reservado para publicidade do Adsense ————

Essas técnicas são especialmente importantes para aprender se você estiver atuando em um ambiente diferente do habitual.

Seja tocando bateria, piano ou violão, você pode aprender a tocar bem na igreja com a ajuda dessas dicas.

———— Espaço reservado para publicidade do Adsense ————

Mesmo instrumentos que normalmente não são tocados na igreja podem ser incluídos – como teclado ou violão.

Mostrar interesse em adorar a Deus pode ser intensificado por examinar o conteúdo deste livro. Considere-os!

———— Espaço reservado para publicidade do Adsense ————

Diretrizes para uma participação bem-sucedida em eventos da igreja.

Independentemente da geração que está tocando a música, todos os músicos precisam entender seu papel como suporte para o culto ou missa.

Cada instrumento musical tem seu próprio design e som, mas entender que essa dica se aplica a todos os músicos os ajudará a tocar músicas antigas ou novas.

Você sempre pode ter sucesso, mas nunca se esqueça de que seu desempenho é para a palavra de Deus.

Não importa o quão bom você seja tocando bateria ou cantando, lembre-se sempre de que seu público está focado no que você está dizendo.

Se você executar solos ou preenchimentos extremamente chamativos, isso pode distrair os ouvintes e diminuir o impacto de sua apresentação.

Em seguida, aprenda o papel que seu instrumento desempenha na próxima música. Essas dicas de acompanhamento irão informá-lo sobre como fazer isso.

Certifique-se de que seu instrumento de corda esteja sempre afinado.

É importante manter um alto padrão de desempenho na igreja. Isso ocorre porque as pessoas que tocam instrumentos musicais, como baixo, guitarra elétrica ou guitarra, precisam sempre garantir que seu instrumento esteja afinado.

Isso ajuda as pessoas a evitar erros que possam levar à sua humilhação pública.

Dicas de afinação de guitarra explicadas em termos simples, dividindo o processo em etapas pequenas e gerenciáveis.

Você mostra sua compreensão do trabalho ajustando seu equipamento adequadamente. Isso mostra que você se preocupa com o trabalho e é cauteloso com possíveis problemas.

Todos os instrumentos precisam ser audíveis para serem eficazes.

Muitos músicos cobiçam atenção longe de seus instrumentos. Isso se mostra contraproducente, como deveria ser óbvio.

Uma banda precisa manter um senso de equilíbrio e harmonia entre seus membros. Isso ocorre porque o nome “grupo” indica que os artistas pertencem mutualmente.

Idealmente, todos os membros da banda devem tocar no mesmo volume sem dissonância.

Ao se apresentar em qualquer ambiente, é importante lembrar que toda a experiência espiritual depende do foco do músico em Deus, em vez de ser o centro das atenções. Este deve ser o foco de qualquer apresentação, seja um serviço religioso ou um concerto.

Supere o campo harmônico.

Os cantores muitas vezes precisam de acompanhamento para seus cultos na igreja; se um estiver faltando, tudo parece errado.

Isso ocorre porque muitos músicos tocam canções de louvor e outras melodias com figuras que exigem um tom específico.

É importante entender o que é um campo harmônico durante seus estudos. Veja o que são, como reconhecer o tom do cantor e como modificar as notas criptografadas.

Aprender a tocar na igreja não é fácil, mas os resultados serão incríveis. Isso porque entender como tocar bem na igreja envolve aprender sobre os campos harmônicos da música e usar esse conhecimento em canções e louvores.

Ajuste a faixa dinâmica da banda ao lado de outros músicos para criar um som completo.

Igrejas menores costumam ter bandas tocando com mais espaço para improvisação e pequenas apresentações solo.

Essas igrejas geralmente têm uma banda maior quando têm mais instrumentos para escolher.

Por causa disso, o foco de cada instrumento precisa estar em tocar acordes básicos durante uma música, em vez de notas individuais.

O silêncio completo é importante para este tipo de apresentação musical. A música não pode ter espaços vazios entre as notas; deve ter um som constante em todo o espaço. É por isso que as pessoas optam por usar música simples com frequência.

Imagine uma situação onde existam apenas uma guitarra, um teclado e uma bateria. Se um guitarrista ou tecladista ignorar os acordes da música em favor de apresentações individuais e não coordenar com o baterista, sua música pode soar estranha.

Antes do início do culto ou missa, é importante que os músicos cheguem a um acordo sobre os detalhes de como irão se apresentar. Dessa forma, eles podem evitar muitos imprevistos.

Treine em casa em vez de treinar na Igreja.

É crucial que todos os músicos prestem muita atenção aos seus treinos quando estão em casa. Isso ocorre porque há muitas instruções específicas e notas de louvor envolvidas em sua música.

É melhor praticar em casa para que eles possam se concentrar em aprender esses detalhes.

Ao tocar músicas perfeitamente durante a prática, tudo transeciona suavemente quando você toca. Dessa forma, você tem menos problemas para conciliar durante a execução.

Durante a semana, passe um tempo praticando e estudando as músicas que você tocará. Além disso, considere o uso de vídeos tutoriais para auxiliar sua performance e ensaios de rock!

Esteja ciente do momento das peças musicais.

Cada música exige um nível diferente de dedicação de seus músicos. Isso leva a períodos em que o volume dos instrumentos cai e outros em que eles explodem de volume.

Essa dinâmica depende na maioria de quão comprometidos os artistas estão.

É necessário entender todos os aspectos da música para criar a atmosfera certa para os ouvintes. Isso pode ser feito estudando a música original na cabeça.

Para esclarecer nossas intenções, consideremos uma música que começa com um violão tocado ritmicamente.

Depois que a guitarra estabelece uma base de som, o refrão explode em vida com todos os outros instrumentos.

Essa sincronização é necessária à medida que os instrumentos entram no quadro musical um de cada vez e cada um adiciona sua própria contribuição.

Tocar baixo sem o ímpeto da bateria seria inútil. Este conceito se aplica a instrumentos de cordas como guitarras e baixos.

E aí, gostou deste artigo sobre as dicas de como tocar na Igreja?

Então deslize a tela para baixo e confira mais dicas como esta e não se esqueça de compartilhar com os amigos!

Quer mais dicas sobre o mundo da música e dos instrumentos? Então confira alguns dos nossos artigos em:

 

 

 

E aí, gostou deste artigo? Então deslize a tela para baixo e confira mais dicas como esta e não se esqueça de compartilhar com os amigos! Quer aprender a tocas algum instrumento conosco? Conheça acima nosso canal de YouTube: Quer mais dicas sobre o mundo da música e dos instrumentos? Então confira alguns dos nossos artigos em:
clube do musico
clube do musico
O clube do músico é uma idéia criada por uma turma de amigos de longa data, que colocaram o seu knowhow em música e ambiente online, para criar um conjunto de idéias e soluções únicas na área musical. André Curci é músico profissional, guitarrista profissional, produtor musical, sideman, professor de música há mais de 30 anos, bem como empreendedor no mercado musical. Como guitarrista profissional, atua em várias bandas nacionais. André toca guitarra, violão e contrabaixo. Daniel kroll é um designer por formação, empreendedor de coração e músico, baterista por paixão. Especializou-se em Neuromarketing Digital e hoje dedica-se a trabalhos voltados a tecnologia de ponta e educação a distância.